quarta-feira, novembro 08, 2006

Jovem com asas

Hoje é o dia em que acredito no verdadeiro poder da desilusão. Investe uma, duas ou três. Bate com a cabeça, com o corpo todo, leva com os pés. A desilusão introduz o conceito de frustração, o sentimento de que, por mais que se queira, as coisas não são como se quer... Porque há um mundo á volta que limita, frustra, magoa.
(e ainda bem, olha eu sozinha no mundo... quem é que ia ler estes posts?!?)
A galinha dá-se com porcos porque tem asas que são a brincar. Algumas pessoas também se dão com porcos porque não tem asas. Ou porque as asas que têm estão cortadas. Porque já voaram muito alto e cairam de muito alto. As asas foram cortadas por desilusões e frustrações, que tiram a coragem de investir mais, de voar mais alto.
A diferença é que as asas das galinhas, apesar de verdadeiras são a brincar, e as das pessoas, apesar de serem só a brincar permitem voar. A desilusão tem esse poder, de fazer voar de uma forma natural. Não de uma forma forçada em que, com mágoa, se bloqueiam, apagam ou desprendem todas as amarras que prendem a um galinheiro inóspito. A desilusão ajuda a voar de uma forma desprendida. Porque o que já desiludiu tanto, aos poucos vai perdendo a capacidade de desiludir. E ao desiludirem-se, os "não-galinhas" entendem que aquele não é o galinheiro ao qual pertencem. E que está na hora de voar. E deixar os porcos a chapinhar, felizes, na lama deles. Ambigua, a desilusão.
E é por isso que não somos galinhas. Porque temos sempre a possibilidade de voar, quando nos desiludimos. E isso, parecendo que não... facilita!

3 comentários:

S. disse...

Oh Sharita... as vezes dá vontade de te dar um abraço. Como é que dizia o Principezinho? Por vezes também se está sózinho entre os homens (alone in a crowd) ?

Um dia bom (melhor) para ti :)
S.

PS-Tenho a suave sensação de que devia deixar de "intervir" no blog porque alguém (ao vivo) me chamou a atenção de que blogs não são chats...ou seja, se calhar estou a quebrar a etiqueta. Bom...durante uma semanita ou isso vou só ler e não escrevo custe o que custar.

Loira disse...

Olá!

Tinha um post escrito (nao xeguei a publicar) tb inspirado nos anuncios do Bruno Nogueira. Mas era qqr coisa como:

Afinal sou como as galinhas! Nao sou uma galinhas, pk as minhas asas voam, mas a verdade é que não as uso para voar!


Gostei do teu post!

Bjos

shara disse...

Ohhhh S., escreve sim, tipo chat mesmo!! O teu amigo n entende d blogs :P ou pelo menos n entende deste blog. (p.s.: nao leves a mal amigo da s. que a chamou á atenção ao vivo, xim? ... é que eu nunca primei mt pela etiqueta, e tb n faço mta quetsão de ser blogalmente correcta.). Intervem sim, mulher! LoL A sério, tás á vontade, sempre q apetecer comenta. Beijinhuz.