quinta-feira, abril 20, 2006

Só a mim...

Há coisas que só me acontecem a mim...
Hospital São Fransisco Xavier, quase 9 da manhã, bata e esteoscópio, os elevadores apinhados com os meus tutores, o chefe de serviço, os meus colegas, doentes... Enfim, apinhados. Toda a gente com pressa (sim, porque aqueles elevadores páram em todas as capelinhas e demoram eternidades até chegarem ao "destino")... Assim que chega ao piso 2 a porta abre-se e eu saio... Ou pelo menos tento. Até reparar que o meu salto ficou preso no desnivel da porta do elevador... Vai de puxar a perna, puxar e nada... Faço aquele meu sorriso tipo "não se passa nada, é normal" enquanto penso "aiiiii isto só me acontece a mim"... Quando achei que a situção já não podia piorar, o elevador começa a apitar por estar aberto há tempo de mais.
"Piiiiiiii pi pi piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii".
Pronto, morri de vergonha... Porque nisto eu continuava a puxar a perna e... nada. Até que decidi, heroicamente, descalçar o sapato. Descalcei o sapato, abaixei-me e puxei-o com toda a minha força até o desprender do desnível. Quase cai para trás com o impacto mas finalmente tirei a arma do sitio do crime. O "apito" calou-se e as portas do elevador fecharam-se mas ainda tive tempo de ver toda a gente a rir e ouvir : "Deixe lá, acontece".
Sim. Claro que acontece. Mas só a mim...
Pior do que esta só aquela vez que desmaiei, cai no chão mas continuei a mastigar pastilha...
Ou ontem quando tava no jacuzzi do ginásio e começou o fogo de artificio da inauguração do Casino de Lisboa e eu sai a correr com medo que tivesse rebentado algum paiol ou que a "UNITA" tivesse deitado abaixo mais um poste... quando me apercebi da minha atitude já tava fora do jacuzzi, de havaianas calçadas e toalha enrolada pronta para me enfiar no primeiro bunker que encontrasse.
E este tipo de coisas acontecem. Mas também só a mim.
Ok... É oficial... Eu não sou uma pessoa normal :)

1 comentário:

Sebastião da Graça disse...

Se calhar a tua vida é mais normal do que possa parecer...
Acreditas em coincidências ou em "forças maiores" que sem se saber como conspiram para que os nossos desejos se realizem. Eu que não presenciei o "crime", nem conheço o seu móbil (o sapato), digo que esta foi uma dessas situações, em que o mundo conspirou para te prender ao HSFX, e ao que lá possa existir que desejes muito. Começa pelo sapato e depois engloba toda a tua vida.
Deixa-te envolver, goza o momento, e diverte-te de cada vez que julgas que os outros se estão a divertir contigo. Nesse momento tornaste-te parte da vida deles, e com esse acto estás a lembrá-los que ainda há vida neste Mundo!