sábado, agosto 04, 2007

Serás justo?

Eu queria mais. Queria tudo.
Será justo pedir tudo? Mas, por outro lado, será justo querer tudo e fingir que não se quer nada? Será justo contentarmo-nos com muito pouco? Que é seguro, é. Quem espera pouco desilude-se pouco. Mas por outro lado, quem finge que não espera nada, não recebe nada. E se está a fingir, e quer, acaba por não ter nada quando, no fundo, quer tudo. E muito mais ainda.
No fundo o melhor é querer pouco, e só aquilo que os outros estão dispostos a dar. Mas, assim, não seremos apenas aquilo que os outros querem que sejamos e que tenhamos? E nós, onde ficamos?
Confusa, eu sei. Mas é assim que me sinto. Confundida, desencantada, enganada.
Porque, já dizia a Bad... Tudo o que podemos esperar de alguém que não está disposto a dar nada é isso mesmo. Nada.
E eu, nós os dois sabemos, não sou gaja de esperar nada.

3 comentários:

Sebastião da Graça disse...

É incrível como consegues compreender tao bem o mundo, as pessoas, as experiências e tirar daí lições para a vida.
Pena o mundo, as pessoas e as experiências, não nos compreenderem a nós!

Beijinhos e desejo que esteja tudo bem!

Sebastião :)

Pedro disse...

A desgraça estará sempre no fingimento...

Fingir que tudo se quer a troco de nada, sabendo que agora não se pode deixar de tudo se exigir...

Fingir que nada é exigivel " No fundo o melhor é querer pouco, e só aquilo que os outros estão dispostos a dar" quando sabemos que somos seres par a Vida! Sonhados para uma felicidade plena!

Teimar em procurar em nós próprios uma independencia orgulhosa que não mora no nosso coração e no coração dos outros uma identidade altruista que essa sim tem de viver em nós.

Em vez de procurar deixar que de nós mesmos brote esta identidade genuina que na verdade de cada entrega gera independência e liberdade.

Vou continuar a teimar contigo e a ser exigente contigo. Procura em ti mesma a verdade do teu coração! Ambos sabemos que ela está lá! Nenhuma entrega é válida se não nascer aí... Nenhuma recusa é válida se não nascer ai...

Porque pior do que os outros não serem justos contigo é chegares ao dia em que duvidarás de teres tu sido justa contigo!!!!

Serás justa???

Beijinho grande!!!!

cacau disse...

Quando aceitamos menos do que aquilo que merecemos, acabamos por ter menos que aquilo que aceitamos.
Seja pouco.
Seja muito.
Seja nada.