domingo, junho 24, 2007

Mais uma estrela

Há uns tempos atrás conheci um blog que falava sobre mulheres com cancro da mama. Tinha sido criado para acompanhar a Cláudia na luta que ela, como tantas mulheres, travavam.
O blog ensinou-me muita coisa no último ano. Ensinou-me, entre outras coisas, a ter medo e a continuar a ver sempre a doença do lado da pessoa que a tem. Ensinou-me, ao ver todo o apoio que as amigas da Claudia deram, que a amizade sobrevive às provas mais dificeis. Ensinou-me a rir dos momentos tristes e a fazer pouco (com um risinho nervoso de medo e a lingua de fora num desprezo infantil) "dos cancros". Do da Cláudia e dos de outras mulheres que entretanto iam aparecendo. Serviu para conhecer a Manuela, que se tornou uma querida amiga virtual.
Tenho andado ausente da net e só agora me apercebi. A Claúdia faleceu.
Não conheci a Claúdia mas sinto um aperto no peito e um nó na garganta. É mais uma estrela que brilha. E que brilha forte, ou não fosse uma estrela superglamorosa.
Beijinhuz.

1 comentário:

Manuela disse...

É verdade Shara. A Cláudia partiu, mas ficou o exemplo de como a amizade (a verdadeira amizade) nos salva.

De como conseguimos torcermo-nos de dor e, ao mesmo tempo, estarmos aliviadas por ter acabado o sofrimento.

Ensinou-nos a chorar juntas (e virtualmente), a continuar a rir juntas, a tropeçar nos degraus da vida, cair, sacudir o pó e levantar.

Enfim, ensinou-nos que há vida depois do cancro; nem sempre, mas às vezes.

Para mim, que também o tenho (tive!), não me deixou medo, mas orgulho pela forma como o viveu - até ao fim.

Obrigada Shara pelas tuas palavras. Nem imaginas como fico feliz pela tua sensibilidade. És uma médica extraordinária só por isso. O resto podes aprender com o tempo e a experiência; a sensibilidade e o amor às pessoas vem do coração e o tempo não é garantia de aprendizagem.

Um grande beijinho